Saco do Céu

Saco do Céu tem a forma mesmo de um saco, com uma boca pequena voltada para a Enseada das Estrelas.  É um santuário ecológico rico em biodiversidade. O mar é tão calmo como um lago e nas noites de céu estrelado é possível ver as estrelas refletidas na superfície da água – por isso o nome.

Mais da metade da costeira do Saco do Céu é formada por manguezais, vida marinha abundante de crustáceos, conchas e ostras.  Possui algumas praias muito pitorescas e do interior avista-se o Pico da Pedra d’água, com 1.037 m de altitude, ponto culminante da Ilha Grande. Na sua entrada existem duas pequenas praias particulares, sendo a da esquerda, antiga propriedade da família Castor de Andrade. Ao fundo está o cais do Nóbrega, com uma rústica ponte de atracação em frente a Igreja São Cosme e Damião.

No Saco do Céu vivem muitos moradores, de vida simples que tem na pesca a principal atividade, sendo que  a economia baseada no turismo, torna-se cada dia mais importante.  A comunidade é servida com energia elétrica e conta com um mercado simples, uma escola municipal e um posto de saúde.

Durante o verão, é grande o tráfego de embarcações, pois além da magnífica beleza natural, o local é ideal para prática de ski aquático e jet-ski, sendo também um excelente ancoradouro protegido por morros e montanhas, recebendo muitas lanchas e veleiros de todos os portes brasileiros e estrangeiros.

Historicamente destacaram-se fazendas com mão de obra escrava e as casas de farinha – moinhos.  Piratas refugiavam-se aqui para surpreender as naus portuguesas que partiam da baia da Ilha Grande carregadas de ouro para subir o litoral.

Principais atrativos:

Águas calmas,  banho de mar, manguezais, gastronomia, snorkel, bicicleta, trilhas e caminhadas leves.

Dicas do ilhagrande.com.br:

  • O Saco de Céu é considerado um dos melhores points de gastronomia da baia da Ilha Grande com alguns ótimos restaurantes tradicionais;
  • Existem alguns meios de hospedagem no Saco do Céu;
  • É possível  caminhar do Saco do Céu direto para o Bananal, cortando toda a parte de frente para o continente,  praia do Funil, Japariz e Freguesia de Santana. É uma trilha não oficial, usada por moradores, que inicia próximo ao cais do Nóbrega.  Apresenta dificuldade média.

Como chegar no Saco do Céu:

  • De barco partindo de Angra dos Reis, do cais de pescadores as 15 hs,  há um barco que serve a comunidade do Saco Céu e Enseada das Estrelas em dias se semana;
  • Alugando um barco ou lancha em Angra, ou Conceição de Jacareí;
  • Alugando um taxi-boat ou lancha em Abraão;
  • Caminhando ou de Mountain bike desde Abraão pela trilha  T1 + T2.  Aqueduto, Praia do Camiranga, Perequê, Praia de Fora até o Saco do Céu. Após descer o morro que separa as enseadas de Abraão e Estrelas, caindo na praia do Camiranga,  a trilha torna-se praticamente plana.

Mapa e fotos do Saco do Céu:

Ver mapa da enseada da Estrelas+ Fotos

Principais comunidades:
1 – Praia Vermelha | 3 -Enseada de Araçatiba | 4 -Longa | 5 -Ens. de Sítio Forte | 6 – Ens. do Bananal  10 – Saco do Céu  | 11 – Ens. das Estrelas |  12 -  Ens. do Abraão | 13 – Ens. de Palmas | 19 – Dois Rios | 23 – Provetá.

Núcleos habitados, praias semi desertas e desertas:
2 – Itaguaçú  | 7 – Freguesia de Santana8 – Japariz  | 9 – Funil | 14 – Jurubá | 15 – Castelhanos | 16 – Lopes Mendes | 17 - Santo Antonio | 18 – Caxadaço  | 20 – Parnaioca | 21 – Aventureiro | 22 -  Meros.

O que você encontra aqui

Hospedagem

Gastronomia

Não há gastronomia cadastrada.